segunda-feira, agosto 16, 2004

Vícios

Há algum tempo que ando a pensar sobre isto, "Vícios"... de facto à bastante tempo mesmo, desde a primeira vez que pensei reflecti "beber ou não?", "fumar ou não?"... etc.

De qualquer maneira, actualmente há algumas coisas que não me deixam de espantar; Ainda à poucos dias ouvi a associação mental de um miúdo, a quando me refiro a miúdo digo 14, 15 anos, de um copo de cerveja a "felicidade". Isto fez-me pensar, ora que eu saiba se beber um copo, dois, três ou mesmo se ficar embriagado sou a mesma pessoa, posso ter os meus sentidos fracos, mas isso é a única coisa que muda, podendo ou não a memória ser afectada. Ora bem, sendo assim, e vendo que mesmo estando a nossa vida uma merda, "bebendo uns copos" não é isso que muda nada, e mesmo que os esqueçamos por dois minutos, eles vão voltar ainda piores porque o tempo passou e não fizemos nada para os mudar... assim, pergunto-me, qual a piada de apanhar uma bebedeira? Beber um ou dois copos para quem gosta do que bebe, ainda percebo, agora apanhar uma bebedeira só para se ficar bebado é uma coisa que me supera realmente... deve ser para ficar bem socialmente... Há quem beba para ficar mais "alegre", pelo menos no meu caso nunca precisei disso, basta juntar-me com dois ou três amigos, numa tarde, num café em qualquer lado e é ver-nos, (quem nos ver realmente diz que estamos podres de bebados), a rir, dizer coisas sem sentido e fazer grande barulheira... Quem diz num café, diz num banco de jardim ou em qualquer sítio onde estejamos todos nessa sintonia claro... e quando "bazo" de lá venho com aquele riso incontido, aquela parvoeira que só existe quando existe grande confiança para isso, aquela alegria "parva" mas necessária que me deixa preparado para não fazer nada no dia seguinte ou então caso seja necessário passar todo o dia com a cabeça enfiada nos livros... A mágia não é do alcool é de cada um, a libertação da "parvoeira" ou "alegria" não se dá devido ao alcool mas sim ao ambiente em que estão, (alguma vez se fecharam em casa com uma grade de cerveja sozinhos para se embebedarem, creio que não...) ... Claro que se estiver dias a fio fechado em casa, mesmo que de férias sem fazer nenhum, em príncipio não vou estar minimamente alegre, nem parvamente alegre, saiam, vão à praia, vão a um hipermercado e lá no meio gritem "SOU O SUPER-HOMEM" façam coisas que vos façam sentir (parvamente) alegres, não se iludam com o socialmente dito de "o alcool é boa onda"...

Mas passemos a outra coisa que de facto me repulsa, o tabaco. Quem raio é que fuma um cigarro só para experimentar e gosta?! Isso é puro mito, toda a gente sabe que o primeiro cigarro só trás más sensações, tosse, vontade de vomitar, naúseas, tonturas... logo supera-me porque raio se continua, será que é porque o nosso amigo X também fuma e se eu não fumar não tenho amigos? Se for por isso, isso é pura mentira, nunca fumei, nem penso em faze-lo e tenho bastantes amigos, uns fumam outros não, so what? A sensação de exclusão provém de cada um, sempre tive amigos que fumavam, fumavam enquanto estavam comigo, e nunca me passou pela cabeça fumar apenas porque eles estavam ali todos a fumar e eu não... nunca gostei de ser uma ovelha que segue a ovelha da frente, e só vai para um lado porque a outra ovelha foi para esse lado... Gosto de fazer os meus próprios caminhos, se alguém os quiser seguir, ainda bem, senão, ainda melhor, significa que têm mais hipóteses de estarem a seguir o seu próprio caminho... isto soa a sermão de cota.. curioso porque tenho 19 anos...

Continuando pelos vício, vem o café, dos vício que referi, para mim este ainda é o mais "aceitável" porque tem funções para além do "café social". Não me refiro aquele café logo a seguir ao almoço, ou a qualquer refeição que se bebe por beber apenas por hábito porque vamos com uns amigos, ou aquele café que se bebe quando o pessoal vai ao café para falar, mas sim o café que usamos quando realmente precisamos de tentar estar mais acordados, pessoalmente não o uso, tenho uma solução mais eficiente e saudável, como maçãs, se comerem 4 ou 5 verão o quão mais vos desperta... para além de não ser amarga, nem faz mal a dez mil partes do corpo...

Anyway, espanta-me ver a minha geração a ser manipulada por anúncio na televisão/rádio... pensei que fossem mais espertos que isso... Nem referindo os "vícios" que falei atrás.. qual o desodorizante que põe uma mulher ajoelhada aos vossos pés? Se notarem, realmente, normalmente as "pessoas do sexo feminino" nem gostam muito de Axes e afins...

De qualquer modo quem sou eu...

Sem comentários: