sábado, outubro 29, 2005

N-amor-ar


Tenho tido algumas conversas com alguns amigos sobre este assunto por motivos diversos, mas sobretudo devido a perguntar provenientes de raparigas sobre um ponto em especial, as atracção de um homem ou rapaz (como desejarem chamar...). Mas o que me despoletou a vontade de escrever este post para aqui foi ouvir... ouvir outro amigo partilhar com uma pessoa a mesma opinião que tenho e disso surgirem mais algumas opiniões...

Antes de mais, à que explicar o que para mim é namorar, para a partir dai basear as minhas restantes posições, isto será feito de um ponto de vista masculino, e desde já sem qualquer machismo e sem me estar a tentar desculpar, pois acho que temos de encarar a realidade como ela é:

Existem 2 tipos essenciais de atracção, no campo do "namoro", ou so called "namoro", obviamente, partindo da posição masculina temos uma quase "imposição" social, (e digamos que também fisicamente...), a beleza corporal/escultural, qualquer que seja o Q.I. ou personalidade, (isto também acontece com algumas mulheres, embora pessoalmente acredite que seja menos, ainda bem, já que acho que isto nem com os homens devia acontecer), ou seja, vemos uma mulher/rapariga, (vou usar a primeira pessoa do plural não tanto por me incluir neste perfil, mas por também ser homem), e devido a atracção fisica que um homem sente (e nisto incluo-me, e explico as mulheres que não é algo psicologico mas é sobretudo um efeito físico, algo que vocês não podem compreender simplesmente, pois não são homens/rapazes), o desejo intenso... alguns namoros são baseados nisto, uma atracção fisica mútua que dura por vezes pouco tempo, outras vezes muito ; Depois temos um outro tipo de atracção, que normalmente começa pela física (pelo menos da parte masculina), mas depois se torna também psicologica, formando uma ligação afectiva para-fisica.

Agora, deixo uma, ou várias, perguntas no ar, peço que pense nela(s) alguns segundos... "O que é para si traição? Um pensamento é? Então e se for um pensamento inconsciente, como um sonho? Será que um sonho é mesmo incosciente? Será que o ciúme é saudável, caso seja moderado?"

O que cria uma relação 'perfeita' ? ... é isto que me tenho perguntado

1 comentário:

Skysurfer disse...

tenho dois comentários a fazer:

em primeiro lugar diz respeito á traiçao. Existem pensamentos que não consegues controlar, partes do teu cérebro que funcionam instintivamente, contudo o que fazes com eles é que pode ditar o tipo de pessoa que és. Exemplificando imagina que tens uma miuda muita atraente e que te aproximas cada vez mais dela mesmo sabendo que isso suscita em ti sentimentos, e instintos que não devias, estás a brincar com o fogo e dificilmente irás resistir. pelo contrário tendo consciência destes instintos deves controlar e reajustar as tuas "partilhas" de intimidade consoante a pessoa com que estás.

a segunda coisa, para mim namorar nao passa de uma escolha, opção, de entrega de amor. não se trata de duas pessoas olharem uma para a outra mas de olharem para um ponto em comum, no que eu acredito duas pessoas viverem com o olhar posto em Deus. Este amor e qualquer outro é constituido por duas partes uma primeira a fidelidade e outra a paixão, quanto a primeira revela na relação a confiança mutua, a partilha de valores, uma caminhada de crescimento em conjunto ou mesmo uma caminhada de crescimento na fé. quanto a segundo acredito ser possivel o apaixonar contínuo durante anos e anos, para mim parte de uma relação parte sempre do principio de te reapaixonares vezes sem conta.