quarta-feira, novembro 23, 2005

Comunicação Técnica Profissional




Achei curioso deixar por aqui um exercício de comunicação oral que me deram numa cadeira de âmbito da comunicação...

O exercício consiste em ler o mais rápido possível, sem enganos com as pausas correctas e com as frases a serem perceptíveis...

Não paro
eu paro,
disparo
por vezes comparo
contornos
linguagens

Não paro
disparo
se paro
preparo
desvio
passagens

Disparo
disparo
não paro
e às vezes separo
as imagens
que perto do rio
são margens

------

Lá vai o rato
que pelitrapo
a fugir ao gato
pelo meio do mato,
dizendo gaiato:
- Ó mentecapto,
desta bem escapo!
Mas o gato
nada abstrato,
fim velhaco,
não dá cavaco.
Sem espalhafato
arranja um saco
feito de trapo
e um saca-trapo.
No mesmo acto,
encontra o sapo,
que ía para o Buçaco
e diz imediato:
- Ó meu beato,
pega-me do saco.
Não sejas pato!
Olha que te mato,
dou com o taco
ou com o sapato,
esfolo, escavaco,
faço num farrapo.
Pega-me no saco,
ganhas um pataco
comes um naco...
Vai o sapo,
pessoa de tacto
e de recato,
em seu monacato,
a evitar o pugilato,
pegou no saco.
E o gato
barbato
com o saca-trapo,
sapo que sapo,
tirou o rato
do buraco,
caverna de caco.
Depois, jeripapo,
o nosso gato,
sem se importar do sapo
todo timorato,
nada Viriato
com horror do facto,
dispensando prato,
sem guardanapo
nem aparato,
contente e guapo
mais que o Furtunato,
debaixo do cacto,
- Corpo di Bacco!
meteu-o no papo.

2 comentários:

Anónimo disse...

Interesting website with a lot of resources and detailed explanations.
»

Anónimo disse...

Very pretty site! Keep working. thnx!
»