sexta-feira, dezembro 23, 2005

Crewcial - Será fé

Perguntam para onde vamos,
O que o destino nos reserva,
A incógnita permanece,
Lá em cima Deus preserva,
O desfeixo da nossa vida,
O futuro que nos espera,
E eis que à partida é a fé que nos conserva,
Do mal que nos atinge,
Mas a salvação restringe-se,
Ao dinheiro e não à fé que a igreja hoje exige,
Religião serve de véu para esconder as intenções,
Politicas, monetárias, aniquilam-se as nações,
Com Deus à la orgia, ouve lá funda-se o alicerce,
Das ditas guerras santas em que o hino sempre perece,
Em nome de Deus duplicam-se os conflitos,
Ninguém escapa o mundo enfraquece e treme como o Papa
Religião ou terrorismo, crença ou fanatismo,
Alimenta o ódio em homens e conduzindo-os para o abismo,
Acomoda-se o povo na ignorância do latim,
A mil e um amuletos para se socorrerem na agonia,
E todos querem pregar o quanto Deus é grande,
Quando só santos de pedra põem joelhos em sangue,
Em troca de um milagre quantos fazem sacrifício,
Quando mais não se trata de um deus fictício,
Padres no celibato convertem-se à poligamia,
Violando crianças em actos de pedofilia,
Cria-se hierarquia, em congregações,
Com promessas de mudança em troca de cifrões
Um deus para cada um, nasce uma nova divindade
Seremos bons servos, ou senhores da iniquidade…

Será fé ou acomodação, de cada interpretação,
Que suscita uma nova religião,
Se alguém nos leve e nos guie à submissão,
E adoração de deuses aceites por imposição,
Será fé ou aceitação de cada interpretação,
Que suscita uma nova religião,
Sem ripostar respondemos com obediência,
Por valores que nos são impostos por meio de intransigência,

Segundo Deus, de igual valor é todo o ser humano
Ouvem-se vozes de protesto em pleno o Vaticano,
Bispos europeus disputam a sucessão do padre,
Pretendido é um bispo negro, agora toda a gente ataca,
Enquanto o povo cultiva a esperança,
Igreja fomenta o preconceito, sentimentos de ódio e vingança,
Promessas de salvação, uma terra prometida,
E o suicida, em nome de deus sacrifica a vida,
Combate do século, Islão contra cristianismo,
Protestantismo defronta o catolicismo,
Então mais um massacre, que se leva a cabo,
Derramado o sangue regozija-se o diabo,
O povo agarra-se a estatuas, retratos para o seu sustento
Ouvindo heresias pregadas, dentro de cada templo
Seguindo fundadores de religiões sem fundamento,
Possuidores de fé passageira como o vento,
Louvam deuses humanos, não um deus celestial,
Porque é visível e palpável e muito mais real,
Ajusta-se um deus às necessidades, conveniências,
De cada um, consoante as exigências,
Homens de fé saciam a sua perversidade,
Em jovens catequistas pondo um termo à sua virgindade,
Humanidade devota, entregue ao pecado,
Julgando valorizar tudo quanto à mais sagrado,
Cultivando falsas crenças, falsas profecias,
Teremos vida eterna, ou será o fim dos nossos dias,
Falsas crenças, falsas profecias,
Teremos vida eterna, ou será o fim dos nossos dias,

Será fé ou acomodação de cada interpretação,
Que suscita uma nova religião,
Se alguém nos leve e nos guie à submissão,
E adoração de deuses aceites por imposição,
Será fé ou aceitação de cada interpretação,
Que suscita uma nova religião,
Sem ripostar respondemos com obediência,
Por valores que nos são impostos por meio de intransigência…

4 comentários:

Skysurfer disse...

A letra mostra um pouco a ignorância de certas pessoas quanto aos assuntos da Igreja...

Antigamente tudo era em latim, e os padres que recebiam intrução traduziam e interpretavam as coisas... agora com a tradução da biblia para a linguagem corrente todos opinao, mesmo sem saberem que necessitam de um minimo de preparaçao para conseguirem interpretar algo... enfim...

Anónimo disse...

Looks nice! Awesome content. Good job guys.
»

Anónimo disse...

Really amazing! Useful information. All the best.
»

Anónimo disse...

Here are some links that I believe will be interested