quarta-feira, junho 14, 2006

Humor...



Ultimamente o humor em Portugal desilude-me um bocado.. a qualidade dos stand-up-comediants para o público indubitavelmente está a subir, mas isso acontece às custas do humor mordaz e nada inteligente ou inovador que muitos deles usam.

Embora se diga que o Fernando Rocha só usa asneiras para fazer humor é curioso que ele apenas brinca com estereótipos e não com pessoas, no entanto outros humoristas brincam com nomes de pessoas especificas...

Esse tipo de humor, é de facto altamente eficaz junto das pessoas, eu não sou excepção, rio-me... ou pelo menos tenho tendência para isso, mas a verdade é que muitas vezes me ponho a pensar em como seria se falassem assim de mim, de uma pessoa da minha família ou um amigo na televisão...

O facto é que é um humor nada simpático e muitas vezes toca na homossexualidade, coisa que desde à um tempo para cá dá audiência, tudo o que tenha a ver com piadas sobre homossexualidade ou filmes pseudo-chocantes com cowboys dá audiência...

A verdade é que a nossa cultura de "machos latinos" sempre foi um pouco no sentido de gozar a homossexualidade, mas hoje em dia os últimos reality-shows da 'nossa' TVI em conivência com o Castelo-Branco usa-se da imagem da homossexualidade exagerada para fazer rir...

Parece que voltamos à escola, onde os "populares" gozam com os "caixa-de-óculos" ou os que tem um "ar duvidoso"... mas eu pensava que éramos grandinhos... será que não crescemos nesse lado humano?

Será que só se consegue fazer rir um público grande com assuntos sobre sexualidade?
Se assim for significa que a única linguagem suficientemente abrangente para comunicar numa cultura como a nossa que não é assim tão grande como a portuguesa é o sexo.

Isso explicaria sem dúvida a afluente de anúncios na tv...

Explicaria também a tendência da adolescência para o sexo... se bem que esta também é explicável por outras coisas, como por exemplo o aumento cada vez mais da idade do casamento, na idade média as raparigas casavam-se aos 13, à vinte anos casavam-se aos 18, agora casam-se aos 25... facto que não desculpa a falta de discernimento...

A verdade é que se intelectualmente somos muito mais desenvolvimentos actualmente, a nível de preparação para viver em conjunto com outra pessoa, estamos cada vez mais a ficar preparados quando somos mais velhos... muitas pessoas têm assim desejo de ter relações desvinculadas... "uma curte", ou sexo apenas pela sensação... e acabam por se sentir mal com elas próprias ou se sentir desiludidas pelo *sexo* que tanto se fala e que nas primeiras vezes corre muitas vezes mal... obviamente na tv corre sempre bem...

Cresce-se...percebe-se que as coisas são tão *cor-de-rosa* porque a pessoa que temos ao lado gosta realmente de nós... o sexo deixa de ser actor principal, e passa a ser componente duma relação...

As prioridades voltam a estar correctas...

O desafio de ter um humor minimamente adulto está feito...

Mais do que nunca, deixem-se de piadas fáceis...

Sem comentários: