quarta-feira, agosto 30, 2006

Ideal...



Ultimamente apercebi-me que cheguei a um fase *estanque* de personalidade, passo a explicar...

Apercebi-me quem na maioria das coisas essenciais tornei-me naquilo que ambicionava, (leia-se ambicionava no sentido de achar mais correcto, no sentido de uma meta a atingir), e tendo consciência, (seja esta correcta ou não), disso acabei por ficar muito alegre por isso... digo isto correndo o risco de parecer, ou mesmo, ser arrogante mas não deixa de ser, em verdade, o que sinto...

A alegria deu lugar a uma sensação de incomodo, que demorei bastante tempo a perceber a causa... pensei talvez que fosse do vazio temporário de alguns objectivos pessoais a nível de construção da personalidade mas isso, mesmo sendo motivo suficiente para tal, percebi que não era motivo único...

Percebi que ter convicções mais fortes sobre as minhas "boas" acções fez-me desleixar o "grande bem" que sempre tentei manter presente... saber ouvir, saber estar atento, avaliar-me bem e sobretudo ver as coisas duma forma para além do meu próprio ponto de vista limitadissimo...

Sei agora, que é urgente a delineação de novos objectivos, para que a sensação de objectivo cumprido se desvaneça, dando lugar de novo à ponderação que nunca devia ter sido abafada.


Curiosamente chamaram-me neste verão "Homem do Leme"...

...é altura de delinear uma rota!

1 comentário:

Anónimo disse...

Às vezes perdemos, outras ganhamos... Outras, inclusivamente, perdemos e ganhamos ao mesmo tempo. :) Como alguém diria... A vida não são rosas... Mas podemos sempre pôr-lhe um bocadinho de adubo para ver se elas germinam... Quem sabe não se torne em rosas pequeninas...
...Mas rosas. :)

Creio que atingirmos alguns dos nossos objectivos é sempre gratificante... E a alegria que isso nos traz não pode ser confundida e está muito longe da arrogância... Mas, por vezes, as pessoas não conseguem ver isso... Talvez por falta de objectivos, talvez por falta de se entenderem a si e ao próximo. :) Mudaste parte do que eras para um bocadinho melhor... Agora é só conjugares o que tens de melhor no que eras anteriormente com o que tens agora... :) Faz parte do processo de aprendizagem... :) E tão bom que ele é. :) Hás-de consegui-lo.


...É a viver que se aprende...


:)