quinta-feira, novembro 23, 2006

Silêncio...


Nestes últimos dias, tive uma experiência, que inicialmente não foi de todo propositada, mas que se veio a mostrar extremamente interessante...

O rádio do meu carro teve um bloqueio de segurança, ou seja, começou a pedir os 4 dígitos mágicos para voltar a funcionar normalmente... obviamente, seguindo as Leis de Murphy, não faço ideia onde é que isso está.


Consequência directa: não posso usar o rádio.


O que começou por ser uma coisa extremamente estranha e até irritante, porque "havia silêncio a mais" acabou por me fazer pensar acerca disso...

Ao andar de carro, todos estamos habituados a ter música como fundo, caso estejamos sozinhos ou não... o que acontece quando o tiramos? Provavelmente um sentimento de desconforto... dei comigo imensas vezes a ir com a mão inconscientemente ao rádio para o ligar...

Será que perdi a capacidade de estar em silêncio?

Será que preciso de estímulos constantes em algum dos meus sentidos?

Ou será apenas hábito?


De qualquer forma, ainda existe algo mais subjacente a tudo isto, a música previne o silêncio incomodativo que existe caso existam 2 ou mais pessoas num carro e não estejam a conversar, assim que a removemos, cria-se um silêncio pesado, difícil de manter... dai pode-se concluir, (podendo ser falacioso), que a música pode ser usada como "fuga" ao esforço de formular conversas que nos estimulem.

De qualquer maneira, toda esta onda de pensamentos pode só ter surgido, porque realmente estava silêncio, e o meu cérebro foi divagando, não tendo música, não pelas emoções que normalmente a elas associo, pelo raciocínio lógico...


E tu...

...consegues "andar" sem música no carro?

1 comentário:

Ilhota2 disse...

Por acaso consigo.Sobretudo quando acompanhada por alguém.Gosto de ouvir a fala das pessoas sem interferências.