quarta-feira, maio 31, 2006

Reflexão...



Que critérios usamos para perceber se somos nós a estar errados ou são os outros?

sexta-feira, maio 26, 2006

quarta-feira, maio 24, 2006

Encruzilhadas...



Calma... respira...

Decisões difíceis fazem parte da vida... no entanto por muito que o saibamos, conseguem sempre nos surpreender na altura e nas opções que nos oferecem..

E quando nos acalmamos, e tomamos a decisão, acabamos de crescer.. mais uns "centímetros"...


Deja vú: "Será que estou a crescer?"...


Uff...

terça-feira, maio 23, 2006

Lutas de poder...



Palavras mais fortes que punhos fechados?

Muitas vezes ouvimos isto, mas a verdade é que nem sempre temos a noção desta realidade...

É curioso pensar que nos países predominantemente muçulmanos da Ásia e África um insulto leva a uma punição gravíssima, e uma agressão física a uma muito menor...

Não tentando discernir qual o mais correcto.. o importante aqui é pensar...

E tu, quantas vezes já deste um murro falado?

Culturas diferentes, visões diferentes.. realidades iguais?

sábado, maio 20, 2006

Pontes humanas..



Que bom que é falar... era, mas cada vez mais se torna, um dos meus maiores prazeres...

Infelizmente, cada vez mais se dá menos valor a ser sincero... coisa que, pelo contrário, cada vez mais faz sentido, para mim.

Acredita-se que como nos contos de fadas, tudo se resolve, sem precisarmos de falar, sem precisarmos de dizermos o que pensamos ou sentimos... mais ou menos por magia...

Percebi que acreditar nisso é pouco realista, e para mim, torna-se cada vez mais uma necessidade..

Não dizer indirectamente, não confrontar, mas partilhar visões do mundo.


Numa relação, numa amizade, num emprego...

Será que estou a crescer?

Obrigado "professora"...

sexta-feira, maio 19, 2006

Bússolico.. por simpatia



Bússola...

"Chefe" 'tas crescido!

PIS-ca por lá o olho por nós à malta :-)

Coisas que valem a pena...

quinta-feira, maio 18, 2006

Génios...

Roberto Benigni

Para mim,uma das pessoas mais geniais de sempre... consegue fazer rir enquanto passa uma mensagem humana...
[Ver mais sobre Roberto Benigni]

Gostava de ser assim...

terça-feira, maio 16, 2006

Pensamento do dia


Se me perguntassem o que gostaria mais de transmitir aos outros diria:

Alegria e calma...

Mas não uma alegria parva e superflua, uma alegria refletida e profunda...de viver!

Calma, por ter noção que esse alegria não só é real, bem como tem sentido!

quinta-feira, maio 11, 2006

quarta-feira, maio 10, 2006

Relações...


Aprende-se, conversa-se, ama-se, luta-se, cresce-se...

...venham mais 3...p'ra começar ;-)

Até "Queima"...

A festa...






O que resta...



Sendo a favor da praxe como sou, fico triste.. fico triste pela imagem que se dá, pela imagem do que é, pela imagem do que se está cada vez mais a tornar..

Cada vez mais a imagem dum estudante de Coimbra é associada a muito álcool e borga...e quem pensa assim não deixa de ter razão, é a imagem que passamos como grupo...é a imagem de quando saímos à rua em cortejo para nos mostrarmos à cidade e ao mundo e milhares de pessoas bebem até cair para o lado... é a imagem de que a praxe incentiva apenas ao degredo e bebedeira.. é o "espectáculo" de ver carros a passar, gente a acabar o curso, gente a subir na hierarquia de praxe, gente a tornar-se "doutor" mas a coisa que realmente interessa é a cerveja...

É a imagem de carros atolados de bebida, e quartanistas fitados a servirem de "barmans" tenham as pessoas idade e responsabilidade para beber ou não.. e álcool a voar e a dar "banho" a tudo e todos à volta.. é a tristeza de ouvir "o cortejo sem álcool é uma seca, vamos apanhar uma porque assim passa que é um mimo"

Estamos a festejar mais um ano na nossa vida, ou mais uns graus de álcool no sangue?

E no fim de tudo, ver as ambulâncias a passar com os "duros" que bebem até cair.. coisa que tem IMENSA piada.. (Como é que alguém com tão pouca cabeça chega à universidade? Algo está mal..).. e os menos duros a saltarem para o Mondego, trajados, menos trajados, ou nús.. num banho que provavelmente não se vão lembrar...

E lá vai toda a gente, para o queimódromo ver o Quim.. passou mais um ano... rejubilemos..

Para mim isto não é PRAXE...serei antiquado?
Se bem que como a PRAXE é antiga..devo ser moderno demais..

Médicos de trazer por casa...



Já que estou numa de crítica social...

Há uma coisa que me irrita tremendamente... hoje em dia toda a gente deve pensar que tem o curso de medicina...

"Olhe que não tome isso que isso faz-lhe mal..", "Isso com um comprimido daqueles que eu tomo, ficava novo.."

Já ouviram falar em IGNORÂNCIA? Pronto...

Eu tou a tirar um curso de Eng. Informática e não gostava que um médico me viesse dizer como fazer o meu trabalho, por isso também não faço o trabalho dos médicos... até porque SECALHAR, não tenho conhecimentos para isso...

E já agora... fazendo uma analogia simples, somos diferentes exteriormente, por isso, secalhar também os medicamentes que têm efeito bom nuns, vão ter efeitos semelhantes noutros... até porque o contexto de saúde e outros medicamentos raramente é o mesmo...

...p'ra próxima peço para me resolverem um integral também, ao menos rio-me um bocado...

Querem receitar? Tirem o curso...

terça-feira, maio 09, 2006

Justiça...



Sou um crítico, em toda a linha, de cunhas, prezo a justiça e igualdade em todos os sentidos, entristece e enfurece-me as "combinações" que vejo em governos, entre empresas...no quotidiano... no sentido de favorecer alguém só porque é amigo... e especialmente por dinheiro!

Sempre pensei como gostaria de ser eu a estar lá e como conseguiria eu, com o meu sentido de justiça melhorar as coisas... como seria inflexível e não influenciável...

Passei para o outro lado, não a uma escala tão grande.. mas passei a receber pedidos, coisas que não eram por interesses financeiros... mas que em consciência, não deixavam de ser cunhas.. percebi como é realmente difícil ser imparcial e justo.. porque muitas vezes não parece que a justiça e a imparcialidade andam de mãos dadas..

Dá-me vontade de dar "uma ajuda" à justiça, sem me lembrar que eu não tenho consciência de todo o universo e que posso assim estar a ser ainda mais injusto... percebi que tenho o coração "mole" e não sou tão pouco influenciável como pensei... que me custa saber que a justiça é cega... que as regras são para cumprir mesmo quando isso custa cá dentro... percebi que secalhar não tenho pilares tão "justos" e que preciso de algumas pessoas para me ajudarem a manter uma visão mais coerente...

Ser inflexível creio que não é também o caminho mais correcto.. afinal de contas, somos humanos, não máquinas...

Dobrar as regras, no entanto, raramente é boa opção... descobrir se devemos dobrar naquela situação e momento é então o mais difícil...


Anyway, quem sou eu para me considerar mais justo que os outros?

As vezes só passando por lá se percebe...

domingo, maio 07, 2006

Espaços...



Computer games don't affect kids; I mean if Pac-Man affected us as kids, we'd all be running around in darkened rooms, munching magic pills and listening to repetitive electronic music." - Kristian Wilson, Nintendo, Inc. (1989)


Familiar?

A verdade é que não iria tão longe, mas fascina-me o que cria um ambiente de atracção nas discotecas, e confesso-me já um não-admirador de discotecas para que tenham a noção que a minha opinião pode estar moldada, um pouco, também pelo meu desgosto por este ambiente...

Tive a reflectir porque atraia a "noite" tanta gente, e acho que tem muito a ver com a falta de espaços "comuns" de comunidade, onde possamos conhecer pessoas... a maioria dos jovens que vai a uma discoteca vai para conhecer pessoas se possível, utiliza a bebida para teoricamente se "desinibir e divertir", (coisa que acho que é possível sem ela..estar bêbado é apenas uma maneira simples de se ser desinibido e ter "desculpa" para fazer parvoíce, sem ter coragem de fazer isso "sóbrio")... na verdade acho que este é em geral o lado mais masculino, quanto ao lado mais feminino tem bastante a ver também com o gosto pela dança que neste momento tem poucos espaços sociais.. é um pouco a evolução e substituição cultural dos "bailes"...

Socialmente cada vez mais há uma lacuna em termos de espaços sociais para as pessoas estarem em comunidade... as pessoas vão do trabalho para casa e vice-versa e acabam por não expandir o circulo de pessoas que conhecem... e isso pode-se tornar problemático ao mudarmos de cidade, ao perdermos o contacto um pouco com os amigos que temos ou em outras situações que nos isolem mais ainda...

Pessoalmente, em termos de espaços de convivência acabo por ter algo "sorte", por ter várias actividades extra-curriculares que acabam por me criar espaços de convivência com vários amigos, e pessoas que vou conhecendo... mesmo não os tendo prefiro sempre uma conversa de café a uma ida à discoteca... uma conversa, a uma dança... ao extremo, ficar a ler um livro em casa... mas isso provavelmente já advém da minha personalidade...

Acho que no fim de contas, não vou porque no fim da noite iria achar que foi uma noite vã, que "espremida" não tirei nada... e para mim isso é perda de tempo. Atenção que não acho que estar com amigos, rir, fazer parvoíce, etc... é perda de tempo, mas acho que ao estar numa discoteca ou espaço semelhante não estamos realmente com alguém...

Divertir-me sim...perder tempo, nah!

Queima...



Festa para uns... altura de apanhar a "bebedeira" para outros... altura de despedida para uns quantos...

...altura de estar com os amigos para mim!

segunda-feira, maio 01, 2006

:-)



Sabe bem sentir um carinho tão grande...

What if I was good to you, what if you were good to me
What if I could hold you till I feel you move inside of me
What if it was paradise...

lu