domingo, janeiro 14, 2007

Organizações



Estive a ler este livro...

Inicialmente forçado, precisava de estudar para uma cadeira de gestão, mas pouco a pouco foi-me cativando.

É sem dúvida um livro "pesado" para ler, mas ensinou-me imenso, sobre organizações em geral.

Relembrei o que Peter Drucker disse: "Organizações gerem-se, pessoas lideram-se..." enquanto entrava na "metáfora da política" e lia que numa organização é inevitável haver conflitos, visíveis ou invisíveis acabam por aparecer, e são realmente uma força que molda as acções e decisões.

Mas, devemos olhar para isso de uma forma natural, tentando que esse tipo de situação não altere o mais importante, deformando os objectivos da empresa.

Onde há pessoas, há visões e interesses diferentes, que a maioria das vezes começam como uma força de tentar alcançar objectivos comuns, mas que quando entram em conflito com outras visões se tornam em interesses pessoais, e o objectivo pessoal.

O papel do líder de conseguir que todas as pessoas tenham uma visão comum, (igual à dele mesmo), dos objectivos e métodos gerais para os alcançar, é então essencial.

Gestão...

...nunca pensei que acharia isto tão interessante!

Sem comentários: