quinta-feira, maio 10, 2007

Comodismos

comodista

de cómodo

adj. e s. 2 gén.,
pessoa que atende apenas ao seu bem-estar;
egoísta.


Hoje em dia comodismo é uma palavra muito em voga...

É estranho como o comodismo se apodera de nós, é uma tendência natural do ser humano, gastar pouca energia, que se acentua com a idade e pseudo-estatutos e estabilidade.

Criamos relações, ganhamos estatuto, ficamos mais velhos... o passado vai ficando para trás, deixando apenas vagas memórias do quanto custou chegar ali, do quanto vale para nós estar ali.

Vamos descansando a cabeça, olhando para outros horizontes, ou apenas acomodando-nos aos horizontes actuais, como que a saborear o momento de olhos fechados... deixamo-nos ficar assim, deitados numa cama de rede a abanar ao vento... até que este nos abana, algo nos acorda...

Um objectivo novo surgiu, apercebemo-nos que algo que temos é frágil, ou até passageiro, respiramos fundo e re-abrimos os olhos.

Tarde demais? Esperemos que não.

Ultimamente tenho-me domesticado, evito fechar os olhos, traço metas sempre mais à frente do que estou, não deixo de correr, o objectivo alcançado é apenas uma meta passageira, que sucede a outra... obrigo-me a ser melhor, (pelo menos do meu ponto de vista)...


Terei conseguido deixar de ser comodista temporariamente?

Ou estarei simplesmente a sobrevalorizar-me?

Sem comentários: