domingo, setembro 30, 2007

Humor


Já à alguns dias que andava a imaginar este post, e sorri quando recebi por RSS este, do blog de uma amiga, que tem muito a ver.

A minha imagem também mudou muito ao longo dos anos, fui de bom aluno, a estranho, a louco, a excêntrico, a certinho, a divertido e finalmente sério.

Conforme vou estando com as gerações de cada fase, sinto-me um bocado de volta a esse ponto, para elas ainda sou assim... o que tem coisas más e irritantes, mas tem algumas bastante boas. Posso voltar a ser o Pedro divertido e sem papas na lingua que faz o que se lembra, quando se lembra, se ter qualquer receio do que as pessoas vão pensar ou da imagem que vai passar.

Com limites, (pouco visíveis, mas muito claros para mim), o importante é fazer rir, divertir as pessoas, ve-las sair de perto de mim com uma cara perplexa mas risonha....

Sinto saudades disso...

Sinto saudades de não representar algo maior, de não me sentir à vontade por algum motivo de ser espontâneo, de ter que ser sério e "profissional".

Lembrei-me muito disto por várias coisas, todas elas aconteceram neste dia 30:

A primeira foi uma situação hilariante... uma almoço de uma reunião com alguma seriedade, à saida do restaurante, dois dos que estavam comigo entram num autocarro que lá estava parado, prestes a arrancar, perante a perplexidade dos ocupantes, quase todos da terceira idade, e acenam de dentro do autocarro, sentados.... absolutamente inesperado e genial... logo de seguida a cereja, uma terceira pessoa vai ao microfone e deseja "Boa viagem"... mencionando o sítio... e aqui vem ainda mais cereja... o destino não era esse... assim ouviram-se várias pessoas "Mas nós não vamos para...".

A outra... um jantar de anos, apenas duas caras conhecidas, de velhos tempos... a oportunidade de ser o palhaço, sem preocupações. Descontracção total. Olhares atónitos, risos...

...talvez esteja a recuperar o jeito...

...ou talvez nunca o tenha perdido...

Música associada: Creedence Clearwater Revival - Have You Ever Seen The Rain

Sem comentários: