segunda-feira, dezembro 31, 2007

Ano novo...caderno novo!


Apresento-vos, o meu caderno!

À algum tempo em conversas com uma amiga comentava que gostava de ter um caderno de bolso para anotar ideias e coisas que me fossem passando pela cabeça... algum tempo depois recebi dela um caderno que me acompanhou durante o ano passado.

Achei engraçado marcar o novo ano com um novo caderno, que "cuidadosamente" comprei nos chineses e rasguei até ao meio (para não ter a parte dos contactos telefónicos).

Ano novo...

...caderno novo!

sábado, dezembro 29, 2007

Coach Carter



Vi este filme.
Arriscando um cliché, ele é baseado em factos reais, num treinador chamado Ken Carter.




Ficou-me a frase...

"Our greatest fear is not that we are inadequate,
but that we are powerful beyond measure.
It is our light, not our darkness, that frightens us.
...

Your playing small does not serve the world.
There is nothing enlightened about shrinking
so that other people won't feel insecure around you.
...

It is not just in some; it is in everyone.
And, as we let our own light shine, we consciously give
other people permission to do the same.
As we are liberated from our fear,
our presence automatically liberates others."

(Originally from Nelson Mandela - 1994 Inaugural Speech)

quarta-feira, dezembro 26, 2007

Uma piada... de caixão à cova!


Escrevi à algum tempo atrás sobre o funeral de Grahan Chapman e como foi diferente.

Foi algo que animou as pessoas, abanou-as do estado de letargia que se apodera quando perdemos alguém que gostávamos... contra todas as expectativas fe-las rir!

Acho que isso é o expoente máximo do humor, inverter a tristeza para uma alegria saudável, no momento mais difícil possível!

Acho que gostava de passar a vida a conseguir fazer isto as pessoas, alegra-las quando parece menos provável!

Li hoje uma notícia de alguém que provavelmente conseguia fazer isso... não era ninguém famoso como Grahan, apenas um anónimo com muita imaginação....

"ASHLAND, Ore. — Even in death, Chet Fitch is a card. Fitch, known for his sense of humor, died in October at age 88 but gave his friends and family a start recently: Christmas cards, 34 of them, began arriving - written in his hand with a return address of "Heaven."

The greeting read: "I asked Big Guy if I could sneak back and send some cards. At first he said no; but at my insistence he finally said, 'Oh well, what the heaven, go ahead but don't (tarry) there.' Wish I could tell you about things here but words cannot explain.

"Better get back as Big Guy said he stretched a point to let me in the first time, so I had better not press my luck. I'll probably be seeing you (some sooner than you think). Wishing you a very Merry Christmas. Chet Fitch"

A friend for nearly 25 years, Debbie Hansen Bernard said, "All I could think was, 'You little stinker.'"

"It was amazing," she said. "Just so Chet, always wanting to get the last laugh."

The mailing was a joke Fitch worked on for two decades with his barber, Patty Dean, 57. She told the Ashland Daily Tidings this week that he kept updating the mailing list and giving her extra money when postal rates went up. This fall, she said, Fitch looked up to her from the chair.

"You must be getting tired of waiting to mail those cards," he told her. "I think you'll probably be able to mail them this year."

He died a week later.

Copyright 2007 by The Associated Press. All rights reserved. "

Notícia original aqui.

Quero conseguir ter esta capacidade...

...ser sério é engraçado, mas ser engraçado é engraçado a sério!

Música associada: Jerry C - Canon

segunda-feira, dezembro 24, 2007

Feliz Natal!

2007 anos depois e tradições sobre tradições...

...hoje, volta a ser NATAL!

Música associada: Gianna Nannini - Meravigliosa creatura

domingo, dezembro 23, 2007

Em Português correcto!


Encontrei este blog hoje...

Aprendi logo de inicio algumas coisas, e esclareci algumas dúvidas que tinha. (Isto de homem era rever os posts antigos, porque devo ter uns erros, mas... tenho preguiça :-P)


Espero que vos ajude em dúvidas que possam ter...

...senão, pelo menos vai confirmar a vossa sabedoria!

Música associada: Tokio Hotel - Monsoon

sábado, dezembro 22, 2007

365



Demorou, mas foi!

3 anos, 6 meses e 10 dias depois de começar este blog tenho 365 posts.

Por algum tempo a minha ideia foi tentar escrever um por dia, mas a falta de tempo e qualidade do que escrevia apenas por escrever levou-me a escrever apenas quando sentia necessidade disso.

Demorou...

...mas realmente foi, 3 anos e meio depois, escrevi "1 ano"!

sexta-feira, dezembro 21, 2007

Prenda de Natal


Provavelmente alguns de vocês já conhecem o Hulu, o novo site sensação no que toca a séries, dado que é totalmente legal e tem já uma centena de séries tais como Heroes ou Prison Break completas.

O site ainda está em versão "Beta", mas permite o registo, sendo que os utilizadores vão recebendo gradualmente acesso às contas conforme existem mais vagas.

Infelizmente, os que conhecem devem também já ter tido a notícia que os vídeos estão bloqueados a IPs dos Estados Unidos... (tal como os do site da ABC, FOX....etc).

Deixo-vos aqui a minha prenda para este Natal...



Como já viram chama-se HotSpot Shield, é grátis, e simples... e faz com que o vosso IP passe a "ser dos EUA".

Bastante instalar, ligar (ou seja ir ao lado do relógio, ir ao icone do HotSpot e escolher Connect), e ir a www.hulu.com (quem diz Hulu diz Fox, ABC, etc... todas os grandes produtores tem os episódios online das suas séries para IPs norte-americanos).

Quando já se tiverem empanturrado em séries, basta ir ao lado do relógio e desactivar (porque deixa a net um bocadinho mais lenta e as vezes aparece publicidade).


Ide empanturrar-vos em séries...

...que eu sigo-vos! :-P

segunda-feira, dezembro 17, 2007

Ladrão de Relações


Sendo o título anterior, "Polícia de Relações" não achei título mais adequado do que "Ladrão de Relações" para este.

"A polícia existe porque há gente a violar as regras."

O que é uma relação saudável? Mais do que isso, o que é uma relação saudável, em público?

Ultimamente existe uma hiper-sensibilidade a qualquer coisa relacionada com relações, a piada sobre o homossexual está mais do que nunca sempre pronta a ser disparada... em reacção a geração jovem responde sendo cada vez mais surda às indicações de ferimento de susceptibilidades.

Eu próprio ligo e também faço por ligar pouco ao que as pessoas pensam, mas tenho ganho uma sensibilidade grande à falta de "à vontade" que se cria nas pessoas próximas, se me alienar do mundo,com alguém, num sítio com mais gente... as outras pessoas deixam de ter vontade de estar connosco ao ir ao cinema, ou a fazer qualquer outra coisa por ser desconfortável.

Vivemos curiosamente numa sociedade paradoxal, que já não estranha e conhece bem toda a sexualidade, já não tem, em geral, atitudes discriminatórias com pessoas com opções sexuais diferentes... no entanto há sempre a boquinha pronta a mandar "eu dou-te com um pinheiro no...", "oh rabeta!".. coisas que já são ditas não com o sentido de ofender, mas a brincar com algum amigo numa situação particular.

É semelhante à expressão "nigger" que começou por ser usada por brancos para insultar negros nos Estados Unidos, mas agora é usada entre comunidades de negros como palavra não ofensiva, entre amigos. Curiosamente, se alguém que não seja amigo a usar para um negro, já é tida como uma ofensa.

Estamos tão inundados de sexualidade por cada anúncio nos meios de comunicação que cada coisa parece ser uma insinuação sexual... À dias via uns desenhos animados antigos e numa cena dizia-se a uma rapariga algo como "já marchavas!"... despertou-me logo a atenção, insinuação sexual no meio dos desenhos dos anos 80 ?! Era literal... marchar apenas.

Tornei-me num dos hiper-sensíveis... mas pior do que isso é perceber que todos nos tornamos.

Pergunto-me como poderia estar a situação melhor...

se somos nos os "retrógradas", ou algo afectivamente vai mal em geral...


Música associada: Trabalhadores do Comércio - Chamem a Polícia

domingo, dezembro 16, 2007

Polícia de Relações


Acho que se inventou uma nova profissão, o polícia de relações!

Tipicamente é uma profissão gananciosa, é sempre acumulada em conjunto com outra, não consegue subsistir sozinha, perde a força e o sentido que acredita ter.

É a prisão à ideia que "antigamente é que era", a ideia de que os jovens são irresponsáveis, ou pelo menos mais que "antigamente". É a ditadura da falta de afectividade pública por repressão.

Do extremo de relações demasiado chocantes a sociedade reage com a censura inicial de beijos, depois abraços... o que virá a seguir?

Será o namorar uma aberração a expulsar de espaços públicos?

Quando ao serviço duma instituição sinto-me, por obrigação, um destes polícias...

Estas medidas de choque nunca resultaram...

... o fruto proibido é o mais apetecido!


Elucidação:

Para quem não percebeu refiro-me as escolas actualmente, cada vez mais a fecharem o cerco as relações, respondendo aos exageros com censura em vez de educação e conversa. Há exageros, na minha opinião, nas relações, mais do que era notório à uns anos, mas a resposta não é de toda a adequada...

Deixa-se de procurar a origem das atitudes para as tentar reprimir. *fools*

E cá vamos andando com um mundo cada vez mais sensível a parvoíces, como a alegação que o Egas e o Becas da Rua Sésamo são homossexuais e por isso a Rua Sésamo é só vendida a maiores de 18 anos (isto no EUA, claro!)... apetece-me abanar a cabeça a quem tem estas belas ideias.. só para ver se ouço qualquer coisa a chocalhar claro!

Post de resposta a possíveis comentários aqui! (Ladrão de Relações)

sábado, dezembro 15, 2007

Mitos


Desde há algum tempo circula, inicialmente pela blogoesfera, e agora para além disso, a alegação que o Google por ser a página inicial de milhões de pessoas adiciona pelo seu fundo branco, um custo energético muito maior do que se tivesse um fundo preto.

Fui investigar... achei bastante estranho caso isto fosse verdade o Google não disponibilizar a opção nem emitir um comunicado sobre isso.

Para quem está agora a pensar: "Mas então não disponibiliza, em blackle e outros sites assim?"

Resposta: Não, isso são outras empresas que usam o motor de busca Google, mas com outra "cara". Algumas têm inclusive mais anúncios, com os quais ganham dinheiro...


Isto foi o que achei:

- Alegação inicial, do blog ecoIron

- Comunicado do Google

Conclusões?

Cada um tire as suas!


Ps: Este blog tem fundo escuro porque... eu gosto :-)

sexta-feira, dezembro 14, 2007

Hierarquia


Desde há bastante tempo que reflicto bastante sobre liderança... começou por ser um passatempo, para me cultivar pessoalmente por estar à frente de alguns projectos, passou a ser uma matéria de estudo a nível profissional, com cadeiras a sucessivamente me indicarem o que deve um líder ser e fazer. Por fim tornou-se essencial para me equilibrar.

Numa conversa dizia que com o meu estudo da liderança adquiri uma consciência forte da hierarquia. Nos projectos em que estou, ou sou líder ou não, se não for concorde ou não subjugo-me ao líder, indicando por conversa discreta que não estou de acordo, seguindo no entanto as indicações. Se for espero um bocado isto, que confiem em mim e me sigam, mesmo quando é mais difícil.

Relembro-me sempre dos livros que li sobre organizações, em que as mais brilhantes são aquelas que dão mais liberdade e onde a hierarquia está menos visível, permitindo a cada entidade dar o seu melhor, no entanto, por algum motivo continuo a acreditar num misto de ambos, em que é possível haver uma cabeça que dá indicações gerais, e que ouve todos, mas à qual todos respeitam e obedecem quando tal lhes é pedido.


Não sei se é a atitude mais correcta ou mais sensata...

...mas tem sido a que segui, respeitar a hierarquia, se correr mal, avaliar-se-à mais tarde e alterações serão feitas.

quinta-feira, dezembro 13, 2007

Frases


Vi uma frase num messenger de um amigo que dizia:

"É um movimento porque faz andar para a frente, logo que pare torna-se uma organização e não será mais escutismo."

Não sei se a frase é original dele, mas gostei imenso, ficou-me presente.

O escutismo de facto adequa-se, mas poderá ter tantas outras coisas que fariam também a frase ter sentido.

Pequenas coisas...

...que fazem imenso sentido!

domingo, dezembro 09, 2007

Compromisso



Compromisso é a forma, pública ou não, de se comprometer com alguém, com algum objectivo ou causa. Há diversos tipos de compromissos: compromisso religioso, compromisso amoroso, compromisso de negócios etc.Compromisso é um acto de se unir com alguém , estar devendo isso à ele (ou à pessoa) isso pode ser formal ou não. Promessas mais ou menos solenes; contrato; dívida com prazo marcado; acordo político; convenção. (Wikipédia)


Andava há algum tempo a pensar sobre este pensamento (post).

Senti que a minha conclusão não era suficiente.. faltava qualquer coisa que eu não estava a conseguir exprimir..

Percebi passado algum tempo que a palavra que me falhava era compromisso.
Percebi que quando assumo um compromisso faço tudo para não o quebrar.
Percebi que nos projectos em que estava era isso que marcava a diferença de alguns.

Quando assumo alguma coisa, para mim é impensável falhar, ou pelo menos não me esforçar até à última para que tudo corra bem.

Fez-me alguma confusão perceber que tipicamente as pessoas à minha volta não percebem isto, ou não sentem que isto é uma verdade para todas as coisas em que estão. Tem compromissos sérios, como o curso, e outros que se fazem quando há tempo...

Para mim isto não faz muito sentido, tenho prioridade obviamente, mas os compromissos são praticamente indistintos, se os assumo tenho que tomar com seriedade qualquer que seja...

Já comentaram comigo que isto me prejudicava... no entanto eu sinto que me fortalece, enquanto pessoa, fortalece os meus valores e a minha responsabilidade.

Tento ser integro...

...seja para o que for!

Post scriptum ao "Compromisso"

Quando comecei a entrar em projectos, comecei a sentir uma realização pessoal que senti como vital para mim, e tomei como vital estar neles.

Com o passar dos anos fui acumulando projectos, cargos, ideias a fomentar e outras já a crescer...

Percebi finalmente o quão importante é saber sair. Sair no tempo certo, quando é altura de passar o testemunho, quando percebemos que dali para a frente já não teremos o mesmo rendimento. Sair quando já não é saudável.

Aprendi o valor das prioridades para discernir em conjunto com as restantes variáveis quando é altura de sair, e que não consigo conjugar tudo, pelo menos não com a mesma qualidade.

Percebendo isso, tomei decisões que para mim foram extremamente difíceis, (acho que sair de algo que sentimos que faz parte de nós nunca é fácil), e após alguns suspiros e interrogações percebo que foi o caminho certo, e que é por ele que devo continuar.

Sou um construtor de ideias, boas ou más o tempo o dirá, bem como se as construi bem o suficiente para durarem.

domingo, dezembro 02, 2007

Nevoeiro



Gosto de nevoeiro.

Sempre desencadeou em mim uma sensação de mistério e aventura... lembra-me sempre histórias como a de Avalon que ao entrar lá passa-se por brumas densas..

Hoje à noite apanhei uma das noites de maior nevoeiro que já vi, tenho noção que se torna mais perigoso de conduzir, mas nao resisti a deliciar-me em andar devagar ao entrar pela ponte de Coimbra e ver uma ponte sem fim, depois umas luzes vagamente, e do meio da bruma surgiu lá muito longe a torre, e um par de luzes que se converteram em dezenas e rapidamente em centenas...

Acho que o nevoeiro ajuda-me a ver mais magia nas coisas quotidianas da vida...e talvez seja isto que me faça gostar tanto dele..


Foi uma noite cansativa...
...mas teve as suas coisas boas!