terça-feira, janeiro 08, 2008

Piratas


Esta é a mais famosa "Jolly Roger", nome dado as bandeiras de navios piratas. Curiosamente a bandeira mais comum era a apenas negra, sem nenhum símbolo. Existiam ainda bandeiras "personalizadas" de capitães famosos tendo, entre outras, um coração em sangue ou um braço com uma espada empunhada.

Curiosidades à parte o que me mais me fascinou num documentário que vi sobre piratas foi o comentário que a democracia, ou uma forma básica dela surgiu nos navios piratas quando tal conceito ainda estava a dezenas de anos de distância das nações mais evoluidas...

Num típico navio pirata as decisões eram tomadas por todos, e todos escreviam o seu nome num documento com a decisão, ainda mais curiosamente, escreviam os nomes em circulo nas pontas do papel, para que não houvesse hipótese de saber quem foi o primeiro a escrever, para que esse não pudesse assumir mais responsabilidade que os restantes.

Também a pilhagem era dividida por todos de igual maneira, excepto pelo capitação que recebia 2 partes. Os bens eram divididos ao milímetro, sendo cortados se necessário.

Também a igualdade era notória, sendo africanos aceites na tripulação como iguais, quando a prática comum da altura era a escravatura.

Ouvi falar de uma citação de alguém famoso que era algo como "a democracia não é boa, mas é o melhor que temos", como não consegui encontrar a citação e por consequencia obviamente o autor deixo aqui em aberto...

Em sítios improváveis...

...nascem sistemas improváveis!

[Citação correcta, (obrigado Flip):

"Ninguém pretende que a democracia seja perfeita ou sem defeito. Tem-se dito que a democracia é a pior forma de governo, salvo todas as demais formas que têm sido experimentadas de tempos em tempos".

Original: Democracy is the worst form of government except from all those other forms that have been tried from time to time.

-Winston Churchill, em discurso na House of Commons, 11 de Novembro, 1947 "]

Sem comentários: