quarta-feira, fevereiro 18, 2009

Tech and geek stuff


Muitas das pessoas que comentam comigo que lêem este blog não são de todo geeks, ou grandes experts de tecnologia, mas hoje ao contrário da maioria dos dias apetece-me escrever de coisas geeks.

Desde que comecei o estágio e agora o novo trabalho tenho focado muito mais a minha atenção, em coisas tecnologicas, (até porque estou mais horas acordado diria), o que tem coisas boas e más.

Tenho andado a pensar em coisas que assumo como obvias e que a maioria dos não informáticos não deve achar nada obvio, e que tem alguma piada por isso...

Por exemplo, um e-mail. símile com uma carta para percebermos que tem um texto que é o objectivo, um destinatário, e um emissor, (claro que podemos considerar que tem mais destinatários, por exemplo, todos os membros de uma casa,se for de locais diferentes já é uma copia; também podemos considerar que tem vários emissores mas que apenas um se autentifica como tal ao enviar).

No entanto, embora as pessoas não pensem nisso, tal como numa carta podemos enviar um email com um remetente falso, podendo também mudar a hora e dia em que o email aparentemente foi enviado para o receptor.

É assim que há falcatruas com pessoas que recebe email que parecem de instituições, como bancos, mas são apenas falcaturas.
É assim também que me "diverti" a provar que algumas coisas são falsas a algumas pessoas teimosas, com o objectivo de terem mais cuidado.. especialmente com a coisa IRRITANTE que são os chain-mails, ou email em cadeia sobre a tia-avó do primo do sobrinho que mandou 10 mails e ganhou o euromilhões.

Aposto que vão olhar duas vezes para os emails da próxima vez...


Outra coisa que me tem feito pensar, e isto sim é mais geek, são as páginas web, ou em português, os "sítios".

Para dar um exemplo simples, imaginem que vão a um sitio que tem uma caixa onde podem escolher o vosso sexo: Masculino ou Feminino. Isto é feito para não se poder inserir outras coisas... no entanto, quando vocês abrem uma página o que acontece é que o código dela é sacado, e "renderizado" (palavra mais geek para tratado e mostrado), no vosso browser (Firefox, Internet Explorer, Opera..). E se mudarem o código para outra coisa?

Por exemplo "Bananas"? Supostamente do lado do servidor deviam estar feitas as protecções para que não aceitasse quando enviassem, no entanto, dado que não há muitos browsers a permitirem alterações do código enquanto navegamos, possivelmente há por ai muito sítio sem essas protecções...

Divirtam-se a procurar...

...ou apenas a abanar a cabeça a pensar "Pedro, Pedro tás cada vez pior.."...

Sem comentários: