sábado, setembro 26, 2009

Dinheiro de plástico

Ultimamente não uso dinheiro, na versão tradicional isto é.

Parece-me uma coisa do passado, papel, metal... ter que andar a fazer contas, e confirmar trocos, ou ver se tenho a quantia xpto para pagar...

Este método em nada difere de há muitas centenas de anos.

Uso apenas o cartão de crédito, para tudo o que puder... (e irrita-me bastante quando não posso pagar algo com ele). Fica tudo anotadinho no banco online para onde foi cada cêntimo o que permite controlar melhor as minhas finanças, e nunca há enganos para bem ou mal nos trocos.

Não percebo porque é que as pessoas, nem digo as mais velhas, que essas percebo, todos somos naturalmente resistentes às mudanças, e o medo de ser enganadas e não perceberem como funciona tudo ajuda a que não usem.. mas e as novas?

Porque se insiste em levantar dinheiro para pagar algo onde se pode usar o cartão? Será hábito? Será uma questão de psicologicamente ter mais controlo sobre os gastos dado que notas físicas desaparecem da carteira? Ou é simplesmente porque ainda demora uns minutos a pagar com cartão?

Também não ajuda que nem todos os locais aceitem, mas à parte disso confesso que não percebo a preferência por dinheiro.

Talvez alguns feedbacks aqui no blog me ajudem a abrir perspectivas.

Entretanto vou já pensando e lendo sobre o novo sistema que a MasterCard está a tentar implementar em Portugal até ao fim do ano, que usa RFID... e que de certo vou gostar :-)

Este blog está a ficar muito tecnológico...

...estarei a ficar demasiado focado?

2 comentários:

Caramela disse...

Director!!!
Vê bem!!! Em Tenerife onde estive a semana passada, os precos eram mais baratos se pagavas em dinheiro vivo! parece ridiculo, mas e verdade, o facto de os vendedores terem que usar a maquinita para passares o cartao, subia o preco da compra!! E algo absurdo mas sim tambem existe!!!
O facto do banco também nao disponibilizar o dinheiro na hora... E dinheiro vivo compra coisas na hora... Se nao tens dinheiro no cartao e tens que comprar algo mesmo que tenhas uma transferencia em curso,(esta tarda) logo impossibilita-te a compra sem ser a credito...
Enfim...
Mas para ser sincera contigo, tambem me irrita muito nao poder pagar directamente com o cartao!!!
A lém da comudidade de nao ter a carteira cheia de moedinhas pequenas, ainda o melhor e com os ladroes!!!
Cá em espanha so se pode pagar na presenca do billete de identidade!! Em maior parte das coisas, o que e fantastico!!!*

Filipe disse...

Enquanto não tiver um bom estofo financeiro para pouco ou nada me preocupar com o que sai, prefiro sentir a dor de ver as verdinhas ( neste caso vermelhas, azuis ou mesmo amarelas ) a saltarem-me da mão.
Faz-me conter muito mais nas despesas.
É como disseste, tem também a ver com o lado psicológico da coisa =)