segunda-feira, dezembro 21, 2009

Pós Cristianismo


Ouvia há dias uma entrevista do José Rodrigues dos Santos na Antena 3, em que falava sobre o seu novo livro e alguns factos curiosos.

Segundo a sua opinião, a Europa vive numa fase pós-cristã, isto é, a maioria das pessoas já não é cristã no entanto os valores cristãos estão profundamente demarcados na cultura de tal modo que ultrapassaram a própria religião.

No seguimento da entrevista falou também de como existem poucas religiões que professam o pacifismo como base, nomeadamente o Cristianismo, (dar a outra face), e o Budismo.. todas as outras tem que não ser interpretadas à letra para o permitirem.

Se a primeira me pareceu ter alguma coerência a segunda já me parecia radical, no entanto, logo de seguida referiu um facto que desconhecia, dos países muçulmanos apenas a Turquia assinou a Declaração Universal dos Direitos Humanos, sendo que os restantes recusaram afirmando que esta declaração é baseada na tradição judaico-cristã e não poderia ser admitida. Alguns motivos são a igualdade das mulheres e homens ou a possibilidade de cada um escolher a sua religião... que também não é aceite por todos.

Os países muçulmanos decidiram adoptar a Declaração dos Direitos Humanos do Cairo que afirma que "as pessoas tem direito à liberdade e a uma vida digna segundo a Shari'a Islâmica".


É interessante de perceber que mesmo quem se diz ateu está profundamente influênciado pelo contexto social religioso onde se encontra...

...mesmo achando que não...

Sem comentários: