quinta-feira, outubro 21, 2010

Arrojos


"No me resigno a que, cuando yo muera, siga el mundo como si yo no hubiera vivido"
"Não me resigno a que quando morrer o mundo continue como se eu não tivesse vivido".
(P. Pedro Arrupe sj)


Uma frase com a qual me identifico...

...muito!

Sem comentários: