quinta-feira, outubro 21, 2010

Arrojos


"No me resigno a que, cuando yo muera, siga el mundo como si yo no hubiera vivido"
"Não me resigno a que quando morrer o mundo continue como se eu não tivesse vivido".
(P. Pedro Arrupe sj)


Uma frase com a qual me identifico...

...muito!

domingo, outubro 17, 2010

Ciclos

Tendo percebido que embora seja muito complexo, as vezes tenho mesmo semelhanças com uma máquina de estados...

A exposição a estímulos semelhantes tem em mim efeitos semelhantes. Concretizando, momentos de oração levam-me aos mesmos dilemas (que nessa altura penso que estou a pensar pela primeira vez por aquela vertente). Momentos em que se fala de destino, leva-me à mesma reflexão que também penso que estou a ter pela primeira vez.

Depois, tenho vontade de escrever. Uma vontade agora menos frequente, seja por ser mais normal agora andar mais cansado e serem outras as minhas prioridades e escapes, ou por ter menos reflexões...

Mas assustador é antes de começar a escrever procurar no blog se já escrevi sobre algo semelhante... e encontrar coisas mesmo muito semelhantes senão parecidas... que não fazia ideia que tinha escrito...

Hoje aconteceu-me isso.

Depois dos votos de vários noviços jesuítas a que fui voltei a cair no meu dilema profundo de fé sobre o qual tinha escrito a 2 de Maio de 2010.

Neste mesmo dia, ouvi algumas perguntas a uma pessoa se acredita se havia um destino traçado ou escrito, ou se havia livre arbitrio... e pensei que para mim não são duas opções exclusivas, mas que pode ser uma e a mesma... coisa que tinha escrito a 9 de Maio de 2010...




Parece que estou num ciclo... será que estagnei?

Lembrei-me das poças de água estagnadas, que por falta de força do curso de água, por falta de vontade e fé na sua capacidade de continuar a mover-se para. Desiste. Fica morto, e vai perdendo o aspecto de água que era a sua identidade, passa a ser algo que se um dia foi aquilo para o que foi feito.


Não fui feito para ser uma poça estagnada, e raios se é agora que vou deixar-me ficar assim...


Ps: A TEDx foi o primeiro passo. O objectivo de voltar a escrever mas sobretudo reflectir com regularidade está definido, no caminho para encontrar o meu bombo!

sábado, outubro 16, 2010

TEDxCoimbra


"TED (Technology Entertainment and Design) is a global set of conferences curated by the American private non-profit Sapling Foundation, formed to disseminate "ideas worth spreading". Since June 2006, the talks have been offered for free viewing online, under a Creative Commons license, through TED.com. As of July 2010, over 700 talks are available free online. By January 2009 they had been viewed 50 million times. In July 2010, the viewing figure stands at more than 290 million, attracting a still growing global audience. TEDx is a program that enables schools, businesses, libraries or just groups of friends to enjoy a TED-like experience with TEDx Events they themselves organize, design and host. As of 2010, some 750 TEDx events are scheduled to happen in over 60 countries." - Wikipedia


Hoje fui a uma conferência TEDx, mais especificamente à TEDxCoimbra.



O que me apaixona mais no conceito das TED e que se verificou, é que em qualquer sítio do mundo, a toda a nossa volta, existem pessoas extraordinárias, com histórias extraordinárias... mas estamos geralmente cegos e surdos e torna-se muito difícil ve-las.

Ir a uma TED ou ver uma TED é fazer parte de uma elite. Não de uma elite de sobredotados, intelectuais ou génios. Uma elite que admite que existem pessoas, histórias e sonhos que merecem os nossos "18 minutos" de atenção, num tempo que em os 9:99 minutos do YouTube parecem ser o nosso período máximo de atenção possível...

Hoje tirámos as vendas e abrimos os ouvidos, para deixar de ver e passar a observar bem como deixar de ouvir para escutar como alguém disse...


As TED podem não mudar o mundo, mas pelo menos mudam a maneira como o percepcionamos!


Por isso, obrigado TEDxCoimbra...
...para o ano voltamos-nos de certo a encontrar!


PS: É difícil passar ideias e explicar o que é um dia inteiro, mesmo sendo 18 minutos de cada vez. Houve momentos que pessoalmente gostei mais, mas resumi-los seria minimiza-los. Assim sendo, quando forem disponibilizados os vídeos vou deixar aqui os links para quem estiver curioso...