quinta-feira, setembro 20, 2012

Sonho com Portugal



Martin Luther King tinha um sonho. Eu tenho vários.

Sonho num pais onde cessem as promessas com esse nome pomposo de demagógicas, alias que todas as promessas deixem de existir e sejam substituidas por ideais, porque as promessas são temporárias, contextuais e éfemeras, os ideais são eternos.

Sonho com ideais de honra, honestidade e generosidade. Sonho com uma nação onde a palavra de honra vale mais que outra coisa qualquer.

Sonho num pais, não de poder, glória e riqueza, uma especie de pais "endeusado" como já fomos, mas num país onde os ideais me façam ter orgulho do país em que vivo. Que me façam ter orgulho de um filho meu cá nascer. 

Sonho não em manifestação, nem revolução, mas em confiança, unidade e força. 

Sonho num pais que tenha alguém que se levante da multidão e ponha as pessoas a sonharem com ele. Sonho com um Atatürk português. Um novo Afonso Henriques, não da luta, mas do ideal a unir-nos sobre uma única bandeira, sobre um único pais que somos.
Sonho com alguém que não ensaie discursos, mas que os sinta, que acredite no que diz. Sonho que quando decidir algo penoso, que não disfarce, nem ponha panos quentes e diga isto: "será de facto penoso, mas é para um bem maior, porque vocês conhecem o meu ideal". Sonho com uma nação que mereça este líder. 


Sonho com a capacidade, não em sonhos, mas na realidade que temos para fazer isto.

Sonho com Portugal ...

Sem comentários: