quarta-feira, fevereiro 12, 2014

Guia da Francesinha

"Francesinha é um prato típico e originário da cidade do Porto, em Portugal.

A francesinha é constituída por linguiça, salsicha fresca, fiambre, carnes frias e bife de carne de vaca ou, em alternativa, lombo de porco assado e fatiado, coberta com queijo (posteriormente derretido). É normalmente guarnecida com um molho à base de tomate, cerveja e piri-piri. Os acompanhamentos de ovos estrelados (no topo da sanduíche) e batatas fritas são facultativos." 
Wikipedia


Aqui fica o ranking até agora (actualizado sempre que provar uma nova):


  1. Tappas Café - A melhor em forno de lenha
  2. Bufete Fase (Porto) - A melhor tradicional
  3. Taberna Belga (Braga) - Molho de natas em vez de cerveja
  4. Cervejaria Galiza (Porto)
  5. Alicantina (Porto)
  6. Santiago (Porto)
  7. Ferreira das Francesinhas (Porto) - Era boa.. 
  8. Casa da Pedra (Porto) - Em forno de lenha
  9. Cufra (Porto) - Molho podia ser melhor
  10. Verso em Pedra (Porto) - A maior... mas molho enjoativo
  11. Barcarola Cafe (Porto) - Not bad
  12. Pizzaria Santa Clara (Coimbra) - A primeira que comi...
  13. Porca Gorda (Valongo) - O sítio mais indescritível
  14. Capa Negra II (Porto) - Parece-me pré-feita...
  15. Café Aviz (Porto) - Demasiado picante

quinta-feira, fevereiro 06, 2014

Competição vs Cooperação



“A filosofia do actual sistema económico também nasceu duma má interpretação dos fenómenos da vida supostamente propagados por Darwin. A ideia básica é que a vida nasceu da competição entre as espécies com a sobrevivência dos mais fortes. 

Mas esta interpretação esquece-se de uma coisa que todos os médicos, biólogos e estudiosos da vida sabem: o que permite a vida não é a competição mas a cooperação entre seres diferentes. Um organismo é composto de órgãos e células completamente diferentes que podem competir, mas fundamentalmente cooperam umas com as outras para a sobrevivência comum. 

Se uma espécie celular competir com todas as outras e isso as vezes acontece e ganhar e vencer à conta da destruição das outras sabem o que acontece? 

É um cancro. 

Que acaba por destruir o organismo e a si próprio (porque as célula não podem viver fora do organismo) …”





Ousaria dizer que isto também se aplica à nossa cultura vigente de ser o primeiro a todo o custo…